Minha Casa Minha Vida 2017

O maior sonho de todo brasileiro, de toda família é ter a casa própria, e isso tão real que a própria Constituição de nosso país aponta como direto a “moradia” a todo cidadão.

O programa Minha Casa Minha Vida 2017 foi criado pelo Governo Federal para realizar esse acesso à moradia e melhorar a qualidade de vida do brasileiro.

O que é o Minha Casa Minha Vida 2017?

Esse é um incentivo que vem por meio da Caixa Econômica Federal que visa oferecer condições melhores para o financiamento de casas e apartamentos em áreas urbanas para famílias de baixa renda, afinal de contas ele esta disponível para famílias com renda bruta de até R$ 5.000 reais, pois ele possui formatos e taxas diferentes de acordo com a faixa de renda comprovada pelo candidato, possibilitando o pagamento em até 360 meses. Ele pertence ao PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, que serve para tirar famílias do aluguel, e também no caso de famílias que ganham até 03 salários mínimos possam ter seu lar; além de beneficiar famílias que possam estar morando em áreas de riscos e invasões.

O Minha Casa Minha Vida 2017 subsidia até R$ 25 mil reais do valor do imóvel, mas é importante entender que esse programa vai atender as famílias da seguinte forma:

Renda de até 03 salários mínimos – Cadastro Minha Casa Minha Vida (Cohab);

Renda Familiar entre 3 a 5 salários mínimos – Juros de 5% ao ano além da TR;

Renda Familiar de 3 a 6 salários – Taxas de Juros de 6% ao ano;

Renda Familiar de 6 a 10 salários – Taxa de Juros com 8,16% ao ano e TR

E você pode obter ainda mais informações clicando aqui no site oficial.

Quem pode participar do Minha Casa Minha Vida 2017?

Existem duas linhas de crédito. A primeira é para quem recebe até 03 salarios mínimos, e esses devem se inscrever nas prefeituras de sua cidade para concorrer a casas populares, mas mesmo assim devem atender as principais regras que são:

– Ganhar até 03 salários mínimos;

– Não possuir financiamento e imóveis;

– Não ter utilizado o FGTS para financiamento de imóveis nos últimos 05 anos;

– Não ter restrições junto ao SPC e Serasa.

Já a segunda linha é a de famílias que possuem renda de até R$ 5.000 reais mensais, e a inscrição destes deverá ser realizada em uma agência da própria Caixa Econômica Federal, porem devem atender as regras de renda exigidas que você poderá conferir detalhadamente clicando aqui.

Faça já a simulação de qual linha de crédito é mais adequada a seu perfil clicando aqui.

De forma geral para ambas as linhas os interessados deverão apresentar os seguintes documentos:

RG

CPF;

Cadastro Habitacional, ficha de cadastro;

Comprovante de renda dos últimos 06 meses;

Extrato do FGTS, atualizado;

Imposto de Renda;

Carteira de Trabalho,

Certidão de casamento ou certidão se necessário;

Comprovante de despesas, agua, luz, aluguel, escola…

Autônomos devem apresentar também:

Extrato bancário dos últimos 06 meses.

Declaração do imposto de renda do período anterior.

Veja mais informações clicando aqui.

Mas se você está sem tempo para procurar uma agência você pode clicar aqui e ver tudo sobre como fazer sua inscrição no Minha Casa Minha Vida 2017.

Agora é encontrar qual modalidade é mais adequada a realidade da sua família e adquirir a sua casa ou apartamento próprio.

Boa sorte!

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!